O closet dos sonhos…

Seja do tamanho que for, um bom closet povoa os desejos de todas as pessoas modernas que sofrem com a falta de lugar para tantas coisas. Não só guardar, mas organizar! Sim… tem diferença se você for um pouco mais metódico e gosta de ver e localizar tudo o que precisa sem estar sempre na busca da “arca sagrada”. Quem nunca perdeu “aquela” blusa que tanto quer usar hoje que atire a primeira pedra!

11-1

4a09dea0c7ff2a794753da8041907d13

Quem gosta de closet não vai deixar de lembrar da célebre fashionista Carrie Bradshaw (Sarah Jessica Parker em Sex and the City) que teve 3 closets muito diferentes durante os dez anos do seriado, mais 2-3 anos com os filmes que sucederam a história. No apartamento onde a personagem viveu boa parte dos seus anos em NY ela tinha um bem caótico, que faltava lugar para suas roupas, que foram parar até dentro do forno.

untitled

Já no segundo closet, na cobertura dos sonhos onde ela iria morar com o grande amor de sua vida, Mr. Big, com certeza não faltaria lugar para nada, nem para sua fixação por sapatos. Aliás foi neste closet que o casal faz as pazes no final do 1o. filme, bem ali no chão mesmo. Bendito par de Manolo´s azuis!

carries-new-closet-2-511x288picture-10

Carrie-Bradshaw-Mr-Big-Shoe-Proposal

Pois é, mas mesmo com o closet dos sonhos a vida não foi perfeita para Bradshaw… mas seguindo na narrativa, já no 2o. filme, Carrie e Big se casam e vão morar juntos num apartamento mais tradicional (comparado a cobertura do anterior) e lá sim, um outro closet com muito charme e irreverência. Não é preciso mais que 3 segundos para perceber a diferença entre o lado dele e o lado dela, ambas personalidades estão lá estampadas, frente a frente.

ffc465ffbb531bff7c9d0fc854359c8d

Depois desta ilustração com a personagem Carrie Bradshaw vamos para uma parte importante: existem medidas básicas, mas nunca um projeto padrão. Cada pessoa tem sua maneira de guardar as coisas, roupas, calçados e etc. Um closet ideal é aquele que consegue acomodar, do seu jeito, todas estes itens. Portanto o espaço (ou armário) só atingirá seu objetivo se tiver um pouco de você nele. Um exemplo claro disto são as calças: tem quem goste de guardar pendurada individualmente em cabide, tem quem prefere dobrada em 2 ou 3 partes junto aos demais dobrados e tem quem prefira cabides coletivos ou então um bom calceiro.

No detalhe dois modelos de calceiros fantásticos, o primeiro é escalonado e mesmo com o formato frontal acaba mostrando todas as peças.

Já o segundo é o campeão de preferência e acomoda as calças de forma lateral.

As medidas utilizadas como padrão para as peças apenas balizam a base da composição, podendo ser adequadas no projeto para abrigar todas particularidades dos usuários e suas inúmeras necessidades. Abaixo uma pequena noção delas. Na parte de dobrados sugiro utilizar uma medida entre 30 e 35cm, evitando grandes e bagunçadas pilhas.

Com relação aos acessórios a oferta no mercado é grande, existem lojas especializadas que vendem verdadeiras fórmulas milagrosas de como organizar os espaços de seu closet e facilitar em muito o seu dia a dia. Tem separadores de gaveta em diversos materiais como mdf, couro, plástico, veludo, acrílico, etc. que acabam por ampliar a capacidade de armazenamento. Outro item interessante são os cabideiros, gavetas e prateleiras iluminadas; estes ajudam na visualização das peças armazenadas. Gavetas verticais para sapatos auxiliam a melhor utilização da profundidade da caixaria do móvel, evitando o desperdício de espaço. Além destes, nem precisa falar que não dá para esquecer um bom e grande espelho, de preferência de corpo inteiro!

closet10e80875ce771796cafd2d11d352d43abb923c48c811af95a28bd1873ba24c54d6

Sobre o estilo ele pode (e deve) variar com o seu gosto particular e seu “life style”. Aqui vou expor alguns que acho bem interessantes: escuros, com estruturas e detalhes metálicos, linhas contemporâneas. Evitando excessos desnecessários, sempre mais retos e bem distribuídos, com muitos acessórios e praticidade.

3d0e0f523551ad7b872213398c0d5beb4cb501faaeb38091ff3a085114f844dba4afcfc94251ef6d569cdbc2903e27c3

Para encerrar separei dois itens a serem pensados se não seriam ouro em pó dentro de um bem planejado closet: ferro de passar roupas auxiliar para dar aquela retocada numa peça antes de finalizar o look e uma tulha de roupas sujas, caso tenha o real hábito de trocar as roupas dentro do ambiente, principalmente se estiver integrado ao banheiro. Bacana, não?

 

 

 

 

Anúncios

Eurocucina – Milão 2016

Em anos pares, junto ao Salone del Mobile, temos a Eurocucina: uma feira especializada em cozinhas onde vemos as novidades em mobiliário, eletrodomésticos e demais acessórios.

Algumas empresas em particular chamaram minha atenção, uma em cada estilo. A italianíssima e famosa Veneta Cucine apresentou uma linha mais contemporânea, toques urbanos e cosmopolitas. 

   

   


Os materiais utilizados são tecnológicos e modernos, combinações clássicas de branco e cinza com outras texturas. Efeitos de luz dentro e fora das caixarias. 

  
 Esta cozinha em especial apresenta um detalhe “entalhado” na porta, onde depois encaixaram o puxador metálico linear. A proposta simples visualmente não é nada fácil de executar quando se conhece os atuais sistemas de produção utilizados pelos fabricantes no Brasil. 

 Elementos em relevo, usados com painéis e iluminação criam mini recantos dentro da cozinha.

Uma outra empresa, a austríaca Team 7, tinha um estande muito interessante e o clima proposto era completamente diferente. A ideia dos designers foi apresentar cozinhas práticas e modernas no quesito eletros e acessórios, porém com muito charme e “bossa” para o mobiliário.    

    
 Base que surge como banco e gavetão, ambiente para conviver.

   

   
Volumetria simples mas com ares humanizados e toques rurais criaram uma atmosfera muito aconchegante. Depois de adquirir uma cozinha destas você deve apaixonar-se por culinária e usar o espaço com muito prazer no preparo de todo tipo de pratos.

  No detalhe uma bancada com sua pequena horta doméstica (sugiro temperos e não abóbora… hehehe) fazendo da cozinha um verdadeiro cenário para cozinhar!

Combinações de cores óbvias e combinações volumétricas similares que por fim ganham personalidade através dos demais detalhes.   

   

Tendência ou acaso? Milão 2016

Vou começar expondo um ponto de vista particular: a palavra tendência é perigosa, ela abre muita margem para erro! Tendência não é palpite… é algo que se estuda, mapeia e confirma com dados precisos. 

Agora que consegui separar a esfera do “palpite particular” deste assunto posso mostrar um pouco das tendências vistas em Milão na iSaloni deste ano. Andiamo insieme?

  [foto acima] Para a famosa grife Diesel “rosa” será tendência no decor descolado e moderno. Uma peça, duas talvez… três não porque já vira casa de boneca. E sem esta de dar exatidão Pantone para as cores, ok? Abaixo temos Moooi e Divano na mesma linha!    

Num visual urbano e masculino [fotos abaixo] ainda seguindo a Diesel, vemos o preto, o cinza e os metalizados com força máxima. Tecidos mais encorpados como couro, lona e sarja reforçam este conceito.     

No chão pode usar tapete felpudo (chinês) com brilhinho? Não! Por favor! Tapetes são peças com personalidade e cheios de charme, não deixe de aproveitar este item como peça chave do seu projeto. Abaixo sugestões abusadas, clássicas ou até discretas.     

E o famoso preto/branco? Ainda se usa? Não se viu em nenhuma composição de ambientes a mistura de cores impessoais… principalmente o branco! Segundo os estudos o branco e o prata estão momentaneamente em desuso, mas o off-white ainda é um clássico. Já o preto (cfme já visto acima) segue firme nas ambientações contemporâneas.     

Se para ambientes não se percebe preto/branco… Nos tecidos eles seguem unidos em estampas tipo alfaiataria como o pied-de-poupe.   

E as macrotendências que vimos ganhar força em 2015? Seguem firmes, com poucas alterações. O verde perde espaço para o azul, mas o amarelo e os terrosos mais os vermelhos aparecem como detalhes poderosos em ambientes de fundo e base neutros (cinzas claros, beges e marrons). 

    
  

Outro item à destacar é o contínuo e renovado uso de peças soltas, conformando ambientes modernos, leves e com possibilidade de fácil renovação.          

Dica importante: cuidado especial ao conformar ambientes grandes com muitas peças… Você não quer que sua sala pareça um lounge de bar, certo?   

Fuorisalone – Milão 2016

A Fuorisalone é parte da Milano Design Week e acontece por toda a cidade; são exposições paralelas ao grande salão que por vezes mostram um lado mais inovador e provocativo do design.

  
Na foto um exemplo: Cactus Chair da Citröen. Estes embriões do design são uma busca de grandes empresas por aperfeiçoar seu traço, melhorando seus produtos de verdade (no caso, automóveis).

   
 

A Land Rover tb estava presente pelas ruas de Milão com sua Evoque conversível e aramada. 

Na região da  Tortona, a mais tradicional da “Fuori”, se instala a Moooi Carpets com seu estande fantástico e extremamente bem ambientado. Seus carpetes e tapetes são lindos e com personalidade ímpar.   

    
    
 

Um detalhe em especial na mostra da Moooi foi a iluminação com pássaros de luz (Perch light) criados pelo inglês Umut Yamac (família turca). Abaixo o criador e suas criaturas.    

  

 
 

Além da Tortona, outras duas regiões de Milão ficam efervescentes nesta época: Brera e Ventura Lambrate. Vale fazer o giro completo, não esquecendo do retorno da Triennale ao roteiro principal. Pode-se encontrar de tudo: de cartões tridimensionais, bolsas e chinelos personalizados a carros, móveis (óbvio) e luminárias. Até uma releitura da Última Ceia tinha por lá!   

    
 

iSaloni – Milão 2016

O que dizer do “Salone del Mobile Milano” que não repita tudo que já foi dito??? Bom, tentarei: INIGUALÁVEL! Sim… A maior feira de decoração do mundo abre as portas e faz com que os olhos deste mercado (que movimenta bilhões de dólares) mirem a cidade de Milão, na Itália, como a principal atração da Milano Design Week. 

   
 

Nestas fotos podemos perceber que a tendência já destacada em 2015 se repete para 2016: fundo neutro (tons de marrom e cinza) com detalhes em cor vibrante.

   
Algumas cores (como o amarelo das fotos acima) acabam por destacar-se nos principais estantes da feira, são elas: vermelho e azul. O vermelho podia estar num tapete, num pufe ou numa estampa, variando tons para o laranja, rosa ou telha. Os azuis em tons mais “misturados” como o petróleo, o índigo ou o turquesa.

   
   

As cores mais vibrantes fazem um “refresh” ao Italian Style da iSaloni, o que agrada em cheio ao gosto dos brasileiros em geral.